Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Palestra sobre práticas de ensino abre último módulo

Programa de Formação

Palestra sobre práticas de ensino abre último módulo

Atividade foi ministrada pela pró-reitora de Ensino do Instituto Federal do Acre.
por Osvaldo Sato publicado: 29/11/2018 12h27 última modificação: 29/11/2018 12h27
Exibir carrossel de imagens IFMS Este módulo encerra o Programa de Formação deste ano

Este módulo encerra o Programa de Formação deste ano

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) promoveu nessa quarta-feira, 28, a palestra de abertura do sexto e último módulo do Programa de Formação Continuada para o Ensino em Educação Profissional, Científica e Tecnológica.

Com a temática "Práticas de Ensino", a atividade foi proferida pela pró-reitora de Ensino do Instituto Federal do Acre (IFAC), Maria Lucilene Belmiro Acacio. O evento ocorreu na reitoria e foi transmitido por videoconferência aos campi da instituição.

“Discutir prática de ensino é de alta relevância pois, no momento que o professor toma uma decisão sobre qual atividade ou modelo pedagógico vai usar, ele manifesta um posicionamento político, social, ético e estético, uma escolha que conduz o estudante em sua formação”, apontou a palestrante.

“Discutir prática de ensino é de alta relevância pois no momento que o professor toma uma decisão sobre qual atividade ou modelo pedagógico vai usar, isso não é simplesmente uma decisão técnica, é uma decisão em que ele manifesta um posicionamento político, social, ético e estético, uma escolha que conduz o estudante em sua formação”, apontou Maria.

Um total de 131 servidores do IFMS participam deste último módulo.  Após a palestra de abertura, eles desenvolvem as atividades pelo AVEA (Ambiente Virtual de Ensino e Aprendizagem), onde podem participar de fóruns, ter acesso a materiais complementares e assistir a vídeos sobre o tema em questão.

Para o pró-reitor de Ensino do IFMS, Delmir Felipe, o programa se encerra com um importante tema para a instituição.

“Neste módulo tratamos das práticas educativas, passando por temas como metodologias ativas, aulas invertidas, pedagogia crítica, com o olhar da professora Maria Lucilene, que tem ampla experiência na Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, sendo inclusive coordenadora do Fórum de Dirigentes de Ensino do Conif [Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica]”, ressaltou o pró-reitor.

Programa - É desenvolvido pela  Proen (Pró-Reitoria de Ensino), em parceria com a Digep (Diretoria de Gestão de Pessoas), desde o final de 2016.

O Programa contou com seis módulos e totalizou 240 horas/aula. Os participantes puderam se inscrever em um ou mais módulos, obtendo a certificação conforme o número de horas/aula cumpridas. 

Módulo Inscritos
Módulo I Concepção dos Institutos Federais 345
Módulo II Profissão Docente 224
Módulo III Currículo 199
Módulo IV Avaliação 238
Módulo V Administração Pública e Plano de Desenvolvimento Institucional 212
Módulo VI Práticas de Ensino 131

A diretora-executiva da Proen, Tânia Brizueña, destaca que os números e retorno obtido com o Programa demonstram uma experiência exitosa que deve ser replicada em outros anos.

“A demanda de um programa de formação surgiu em nossos campi e encerramos agora esta primeira oferta já pensando no próximo ano, com novos temas, para que possamos levar qualificação e capacitação para docentes e técnicos-administrativos”, ressaltou o pró-reitor de Ensino, Delmir Felipe.

“O Programa já está sendo avaliado quanto aos moldes que serão aplicados no ano que vem. Tivemos uma boa adesão dos técnicos-administrativos e, para o próximo, buscamos a adesão de maior número de docentes. Os professores que participaram neste ano deram um retorno positivo e avaliaram a experiência como importante para sua formação”.

De acordo com o pró-reitor de Ensino, as atividades terão continuidade em 2019.

“A demanda de um programa de formação surgiu em nossos campi e encerramos agora esta primeira oferta já pensando no próximo ano, com novos temas, para que possamos levar qualificação e capacitação para docentes e técnicos-administrativos”, finalizou Delmir.