Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Servidores podem ser instrutores em cursos de formação

Oportunidade

Servidores podem ser instrutores em cursos de formação

Professores e técnicos-administrativos podem se inscrever no processo seletivo até 11 de novembro
por Laura Silveira publicado: 07/11/2016 12h00 última modificação: 07/11/2016 12h51

Professores e técnicos-administrativos do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) têm a oportunidade de atuar como instrutores no Programa de Formação para o Ensino da Educação Profissional, Científica e Tecnológica, previsto para ter início em dezembro. O edital com as regras do processo seletivo está publicado na Central de Seleção.

As inscrições estão abertas até a próxima sexta-feira, 11. O interessado pode se inscrever para apenas um módulo do curso. São eles: Concepção dos Institutos Federais, Currículo, Profissão docente, Avaliação, Práticas de Ensino ou Administração Pública e Plano de Desenvolvimento Institucional.

Para fazer a inscrição, é necessário protocolar na Cerel (Central de Relacionamento) do campus os seguintes documentos:

- requerimento de inscrição (anexo IV do edital) em duas vias;
- Curriculum Lattes atualizado;
- documentos comprobatórios, conforme de tabela de pontuação (anexo I do edital).

A documentação deverá estar encadernada ou grampeada, paginada, rubricada pelo candidato e ser entregue em envelope fechado e identificado com a frase “Edital 31/2016”, o nome e o campus/local de exercício do candidato.

O instrutor selecionado terá carga máxima de 40 horas para o desenvolvimento das atividades. As horas trabalhadas no curso, quando conflitantes com a jornada de trabalho, deverão ser compensadas. 

Os valores da retribuição variam de acordo com a formação acadêmica do selecionado, de acordo com o previsto no Regulamento n° 007de 15 de dezembro de 2014, que dispõe sobre os requisitos e condições de pagamento de Gratificações por Encargo de Cursos ou Concursos no IFMS.

Quem pode participar - Para se inscrever na seleção de instrutor, o interessado deve pertencer ao quadro de servidores efetivos do IFMS e, obrigatoriamente, atender a pelo menos mais um dos requisitos abaixo:

- trabalhar em regime de 40 horas semanais, em tempo integral ou com dedicação exclusiva, no caso de docente, com atividades de ensino, pesquisa, extensão e gestão institucional;
- ser estudante ou pesquisador em área afim do módulo a ser ministrado;
- ter publicado sobre assunto relacionado ao tema do módulo a ser ministrado;
- possuir formação na área, ter cursado ou ministrado disciplinas em programas de pós-graduação em área afim do módulo a ser ministrado;
- ter afinidade com o assunto abordado.

A seleção - Será realizada pela Proen (Pró-Reitoria de Ensino) em conjunto com a CPPD (Comissão Permanente de Pessoal Docente) e Digep (Diretoria de Gestão de Pessoas).

Os candidatos serão classificados em ordem decrescente de pontuação segundo os critérios estabelecidos no anexo I do edital, como atuação profissional, formação e produção acadêmica e afinidade com o tema.

Cada instrutor poderá ficar responsável por até 250 participantes do curso de formação. Se esse número for ultrapassado, o IFMS irá chamar o próximo colocado na seleção.

O resultado preliminar deverá ser divulgado no dia 18 de novembro, e o final no dia 23.

O que faz um instrutor - O selecionado terá como atribuições:

- organizar o material do curso de formação a partir da ementa do programa;
- realizar o planejamento das atividades presenciais em conjunto com o palestrante, um convidado externo;
- acompanhar e auxiliar o palestrante durante o evento;
- atuar como instrutor no curso no Ambiente Virtual de Ensino e Aprendizagem (AVEA), planejando as atividades que serão realizadas a distância e avaliação do módulo;
- elaborar e encaminhar o relatório final à Proen;
- apresentar, quando solicitado, documentos, relatórios e informações pertinentes;
- acompanhar o palestrante tanto fisicamente quanto virtualmente no ambiente Moodle.

"Em cada módulo do curso de formação, o palestrante, que é um convidado externo, permanecerá no prédio da reitoria, em Campo Grande, durante aproximadamente dois dias. Nesse período, o instrutor, se for um servidor do interior, receberá diárias e o deslocamento. Todas as outras atividades do instrutor serão realizadas a distância", explicou Sofia Urt, coordenadora de Desenvolvimento e Qualidade de Vida.

O curso de formação - Será composto por seis módulos de 40 horas cada. O edital de oferta das vagas, assim como o início do curso estão previstos para dezembro.

O objetivo do programa é promover a formação continuada dos servidores envolvidos no processo de ensino e aprendizagem da instituição, dentro de uma visão global e interdisciplinar visando à qualidade do ensino e à formação integral dos seus educandos.

“A Proen tem se preocupado com questões de permanência e êxito. A ideia dessa formação surgiu com o Planejamento Estratégico Institucional de Permanência e Êxito dos Estudantes do IFMS, em 2015”, apontou a pró-reitora de Ensino em exercício, Tânia Brizueña.